Arte, música, amor e reflexão todos esses elementos se encontram em uma intervenção em formato de mural da artista Miu Monteiro (@miumonteiro) no muro do edifício Mirabella localizado no Rio Vermelho. A ação é uma homenagem ao Dia dos Namorados comemorado no dia 12 de junho, mas o mural será pintado entre os dias 10 e 11 de junho. A artista convidou a cantora baiana Aiace (@aiaceoficial), para uma participação especial durante o processo de criação do mural no dia 11 de junho. A intérprete da música Amarelocura, uma composição de Lucas Pitangueira que foi produzida e mixada por Paulo Mutti, inspira a arte idealizada para o mural. A união desses talentos promete surpreender os moradores e transeuntes com uma tela que inspira amor, coragem, doçura e fé.

A música Amarelocura interpretada por Aiace foi lançada em março deste ano no YouTube, o vídeo clipe da música já conta com mais de 10 mil visualizações e transmite uma mensagem de extrema beleza, o que sensibilizou a artista visual Miu Monteiro, que a partir da letra da música, idealizou um mural com as frases: CORAGEM NO AMOR, AINDA HÁ DOÇURA, FÉ QUE VAI CURAR, transmitindo toda a delicadeza e energias positivas que o mundo precisa neste momento.

Diante de um contexto pandêmico as artes podem ser um respiro para as almas aflitas, mas ainda assim, esperançosas por dias melhores. “A pandemia nos colocou em um estado de alerta constante, preocupação, pesar, cautela, distância dos que amamos e mais do que nunca precisamos de elementos que nos tragam de volta os sentimentos de leveza, alegria, autoconhecimento, reequilíbrio, rememoração, apreciação, fé, etc. A arte tem todas essas funções e acredito que as pessoas ao passarem pela orla do Rio Vermelho, bairro querido, boêmio, que anda tão vazio e ler frase bonitas, associadas à girassóis e cores vibrantes levará uma sensação de esperança, reflexão e alegria, além de enfeitar a nossa cidade”, destaca a artista visual Miu Monteiro.

Para Aiace, as diversas manifestações artísticas têm ajudado a deixar esse período pandêmico mais tolerável. “Amarelocura fala sobre isso e nos reacende essa chama, trazendo positividade em forma de canção. Amar, nos dias de hoje, em tempos de desamor, é símbolo de resistência, é revolução. Esse mural, feito por essa artista fantástica que é a Miu Monteiro, é mais uma via de acesso para nos inspirar e nos mover positivamente. Se amar é loucura, que nós sejamos loucos juntos, pelo Rio vermelho ou em outros cantos dessa nossa cidade!”

A ação conta com a produção da CulturaTAO, uma produtora cultural com experiência no mercado, que já produziu projetos como Festival de Jazz do Capão, Arte Eletrônica Indígena, 1º Encontro de Cultura Itinerante, Sons da África, Mestre Didi – Revisitações Artísticas, Ópera Lídia de Oxum, entre outros.

Miu Monteiro. Foto Carol Oliveira

MIU MONTEIRO 

Artista Visual, Camila Monteiro Campos, conhecida como Miu Monteiro, tem 32 anos, e há 4 anos vive exclusivamente do seu trabalho com pintura, grafite, artesanato, pintura digital e painéis. Formou-se em odontologia em 2011, trabalhando durante 7 anos na área de saúde, até assumir, em 2018, a carreira de artista visual em tempo integral.

As artes visuais sempre foram sua maior identidade. Começando a carreira fazendo trabalhos em aquarela e nanquim, mas ao pegar na lata de spray pela primeira vez e grafitar uma parede na rua, no bairro de Ondina em Salvador, percebeu sua grande paixão pelos murais.

Ainda em 2018, integrou a exposição “Rio Vermelho preto e branco”, que aconteceu na Vila Ecosquare, pintando grandes baianas coloridas, em contraste às baianas em preto e branco do artista parceiro. No Vale do Capão, na Chapada Diamantina, iniciou o projeto “Rua das Borboletas”, trazendo murais interativos, que viraram pontos turísticos.

Atua também como designer, criando a capa do CD de Alexandre Peixe e Saulo Fernandes. Fez a estampa para a coleção “Love” da estilista de bolsas Sandy Najar, em homenagem ao Outubro Rosa. Foi contratada pela Secretaria Municipal de Sustentabilidade e Resiliência de Salvador, para pintar um mural homenageando o cantor Caetano Veloso.

Aiace. Foto Vini Ribeiro

AIACE

Aiace faz parte da nova geração de cantoras baianas. Ela apresenta uma linguagem contemporânea, utilizando elementos da Música Popular Brasileira, Jazz e elementos do universo Pop e Rock, mas sem esquecer as raízes ancestrais Afro-baianas. Em suas músicas, canta sobre temas que são atemporais, levando o ouvinte a um lugar cheio de nuances e texturas que dialogam com as referências musicais mais diversas, vestidas pela doçura e expressividade da sua voz.

Seu primeiro disco solo, chamado “Dentro ali“, traz as participações especiais de Luiz Melodia e Lazzo Matumbi, grandes nomes da música popular brasileira. O álbum esteve presente entre os melhores lançamentos do ano por sites especializados, como o Embrulhador.

Em 2021, Aiace lançou “Amarelocura”, primeiro single para o seu segundo álbum previsto para o final de 2021 e que está em produção. O single reflete sobre acreditar, ressignificar, ter fé e coragem em tempos adversos, entendendo – sobretudo – o amor como um instrumento “marginal” de transformação.

Serviço: Artista plástica Miu Monteiro pinta mural no Rio Vermelho em homenagem ao Dia dos Namorados inspirado em música interpretada por Aiace

Data: 12 de junho

Local: Muro do edifício Mirabella localizado no Rio Vermelho.

Leave a Comment